Categorias
Artigo científico Citações Como fazer um TCC Fichamento Fundamentação teórica Referencial Teórico

Referencial Teórico – 5 erros que Desenvolvimento do TCC

Você está tendo dificuldades para fazer o desenvolvimento de TCC, especialmente o referencial teórico?

Oi! Eu sou o Professor André Fontenelle, o criador do TCC Prático! Um método que serve para qualquer pessoa, de qualquer curso, fazer um TCC… Sem depender de orientador, em até trinta dias.

E hoje eu vou contar para você quais são os cinco erros de desenvolvimento do TCC. Eles podem arruinar o seu artigo científico ou monografia.

Lá no Grupo 5 Estrelas normalmente eu reviso o tema e a matriz do TCC de cada um dos membros! Logo depois, eles começam a avançar na elaboração do TCC.

Então as dúvidas começam a aparecer! Além disso, vez por outra alguém me diz que está com dificuldade para escrever o seu desenvolvimento de TCC.

Grupo 5 Estrelas
Grupo 5 Estrelas

O problema do Desenvolvimento de TCC

Basicamente, o que as pessoas mais reclamam é que elas começam a fazer o trabalho… Mas não sabem o que escrever!

Elas dizem que ficam sem inspiração e sem criatividade!

Além disso, a maioria das pessoas sentem dificuldades por não ter um roteiro para fazer o TCC…

Isso faz com que elas escrevam devagar e acabem tendo de apagar os seus textos, por que eles ficam ruins!

Isso é muito chato, pois o trabalho não avança e a pessoa vai se desmotivando…

Aí, de repente, parece que o TCC se transforma no fardo mais difícil de carregar do mundo!

Mas eu garanto para você que isso não é verdade!

O que eu sempre digo é que fazer um TCC não é difícil, mas realmente dá um pouco de trabalho!

A verdade é que se você conhecer o método correto e tiver um bom direcionamento… Certamente, é possível sim escrever um TCC de maneira fácil, prática e rápida… Ainda mais, sem depender necessariamente de um orientador!

Pois quando terminar de ler esse artigo, isso vai ficar bem claro para você!

E eu tenho certeza que você não vai mais correr o risco de estragar o seu TCC com esses erros.

Fichamento

Mas olha, nada vai adiantar se você não tiver um fichamento com uma boa coleção de citações. Certamente, isso é fundamental para iniciar o seu trabalho.

Por isso, eu desenvolvi uma planilha para te ajudar a começar a sua pesquisa. Vou deixar o link para você baixar!

Vai lá, faz o download e não deixa de usar essa ferramenta na pesquisa do seu referencial teórico.

Então vamos logo conhecer os cinco erros mais perigosos do desenvolvimento de TCC.

Objetivo Geral e Objetivos Específicos

Objetivo Geral e Objetivos Específicos
Objetivo Geral e Objetivos Específicos

O primeiro e talvez um dos mais graves erros do desenvolvimento de TCC é não ter bons objetivos específicos.

Os objetivos específicos indicam quais são as etapas do seu trabalho, seja ele um artigo científico ou uma monografia.

Portanto, se não tiver delimitado bem os objetivos da sua pesquisa, não tem jeito, você vai acabar se perdendo!

Isso é a mesma coisa que estar em alto mar, pilotando um barco, sem nenhum sistema de navegação.

Você é capaz de se imaginar nessa situação?

Com certeza você iria navegar para um lado, para outro, depois seu barco seria desviado por qualquer correnteza… Finalmente, o seu combustível iria acabar antes de você chegar a lugar algum…

Então, se você ainda não definiu os objetivos específicos do seu TCC… Certamente o meu conselho é que você pare tudo o que estiver fazendo… E volte para essa parte do trabalho.

Porém, definir um objetivo específico é muito simples. Presta atenção!

Como montar objetivos específicos

Pegue o seu tema e procure dividir ele três partes…

Se o seu tema foi montado corretamente, ele deve ter um assunto principal. Além disso, um assunto secundário e uma palavra que relaciona essas duas coisas.

Quando você baixar a planilha de fichamento, eu vou te mandar junto um ebook… Ele te ensina, passo a passo, a montar um bom tema de TCC! Faça isso só para você verificar se o seu tema está pronto mesmo!

Bom, mas se você observar bem:

1 – O assunto principal deverá ser a base para a montagem do seu primeiro objetivo específico;

2 – O assunto secundário deverá ser a base para a montagem do seu segundo objetivo específico;

3 – E a palavra de ligação deverá ser a base para a montagem do seu primeiro objetivo específico.

Então, você só precisa escolher:

1 – um verbo, no tempo infinitivo,

2 – e juntar ele com cada uma dessas partes do seu tema.

Como resultado, os objetivos surgirão naturalmente.

Tudo certo até aqui? Se tiver uma dúvida, posta lá nos comentários…

Caso contrário, continua assistindo! Por que essa é só a primeira das cinco coisas importantes que eu tenho pra te contar!

Começar a escrever antes de pesquisar o referencial teórico

Citações: Citação direta e indireta
Citações: Citação direta e indireta

O segundo erro que pode estragar o seu desenvolvimento de TCC infelizmente é muito comum.

Eu fico impressionado quando vejo que as pessoas querem escrever sobre a pesquisa antes mesmo de começar a fazer a pesquisa.

De fato, é obvio que essa estratégia não pode dar certo! Como é que você pode escrever sobre uma coisa que você não conhece?

Isso é como se você fosse fazer uma comida e resolvesse colocar a panela no fogo antes mesmo de ir comprar os ingredientes…

Você está percebendo que não tem lógica?

É por isso que eu insisto tanto para os meus alunos lá do Grupo 5 Estrelas não escreverem nem um parágrafo sequer, antes de fazer um fichamento!

E eu tenho certeza que isso é a principal chave do sucesso deles!

Referências Bibliográficas

Referências Bibliográficas
Referências Bibliográficas

Já o terceiro erro é motivado pela pressa, pelo medo e pela preguiça.

As pessoas ficam na ansiedade de começar logo a escrever por que não percebem que o TCC está avançando…

Aí elas fazem um fichamento com poucas referências bibliográficas. Não caia nessa armadilha!

Isso é muito ruim por que não evita o problema da falta de direcionamento na redação do trabalho e pode deixar o texto muito pobre!

O ideal é que você comece o seu fichamento com pelo menos quatro livros e dez artigos científicos.

Eu tenho proposto para o pessoal lá do Grupo 5 Estrelas um desafio de sete dias.

Redação Científica

Nesses sete dias você pode fazer o seguinte:

1 – Todo dia, leia pelo menos dois textos diferentes;

2 – Procure selecionar pelo menos três citações de cada texto desses;

3 – Ao final de sete dias, você terá nada mais, nada menos, que quarenta e duas citações;

4 – Aí você já pode escrever o seu primeiro capítulo, apenas contextualizando essas citações.

Desse jeito, cada capítulo do seu TCC pode ficar pronto em menos de dez dias, cada um, e o seu trabalho pode ser finalizado em até trinta dias, com muita tranquilidade.

É simples, não é?

Parágrafo de TCC

 Parágrafo de TCC - Coesão e Coerência
Parágrafo de TCC – Coesão e Coerência

Continuando, o quarto erro na verdade é um conjunto de erros e diz respeito à escrita de cada parágrafo de TCC.

Eu e a maioria dos avaliadores ficamos irritados quando temos que avaliar um TCC e nos deparamos com aqueles parágrafos enormes, de sete, oito ou até mais de dez linhas de texto.

Esses parágrafos longos são ruins de ler por que o excesso de informação tira a clareza e faz a leitura ficar chata.

Lembre que cada parágrafo deve abordar apenas uma única idea… Então, depois de umas quatro linhas escritas, procure logo fazer outro parágrafo!

Eu vou deixar lá o link (https://andrefontenelle.com.br/paragrafo-de-tcc/) de um outro artigo onde eu explico com mais detalhes como escrever um bom parágrafo de TCC.

Uso da terceira pessoa

Mas, tem algumas coisas que eu posso adiantes por que elas estragam qualquer parágrafo…

Por exemplo, é muito comum ver as pessoas escrevendo em primeira pessoa, o que é totalmente impróprio. Escreva sempre em terceira pessoa!

Adjetivos em excesso

Além disso, o uso excessivo de adjetivos pode atrapalhar muito o desenvolvimento de TCC.

Acima de tudo, lembre que você deve ser imparcial e não pode usar o seu TCC apenas para defender uma opinião…

Na verdade, a finalidade de todo TCC deve ser descobrir a solução de um problema.

Então, escreva com objetividade, dando foco às suas descobertas e não aos seus achismos.

Citação direta em excesso

Também, o excesso de citações diretas tende a reduzir a qualidade do seu texto e pode até provocar um plágio.

Devido a isso, o ideal é uma proporção entre vinte e trinta por cento de citações diretas para algo entre setenta e oitenta por cento de texto próprio.

A dica aqui é priorizar as citações indiretas!

Coerência e coesão

Por fim, outro problema terrível dos parágrafos é a falta de uma sequência lógica.

Assim, o ideal é que a sequência parta do geral para o específico, em tópicos que garantam a coerência do discurso.

Além disso, é muito importante usar palavras e expressões conectivas para dar coesão aos parágrafos.

Pronto, agora você já sabe as principais coisas que deve evitar quando estiver escrevendo seus parágrafos de TCC.

Então, por favor, compartilha esse artigo nas suas redes sociais. Tem um monte de opções aí nas laterais da tela… Só assim você pode me ajudar a entregar ele para mais pessoas!

Análise e discussão de dados

Análise de Resultados - Análise e Discussão
Análise de Resultados – Análise e Discussão

Já o quinto erro, muito comum do desenvolvimento de TCC , mas que pode acabar com o seu artigo científico ou monografia é: a ausência de um capítulo para a análise de dados.

Na verdade, você deve evidenciar nos primeiros capítulos do seu TCC, a pesquisa, seja ela bibliográfica ou empírica.

Porém, o último capítulo do seu desenvolvimento de TCC deve, obrigatoriamente, ser destinado à análise dos dados que você coletou.

Basicamente, você vai mostrar as principais descobertas de cada capítulo e depois vai fazer uma relação entre elas, para encontrar uma resposta para o problema.

De fato, tem muita, muita gente que quer fazer isso só na conclusão, mas isso é errado!

Quando você for escrever a conclusão, a sua pesquisa já tem que estar acabada!

Então você não deve analisar nada na conclusão… Apenas fazer um relatório final sobre como a sua matriz de TCC foi concretizada.

Simples assim!

Bom! Eu já te dei arquivos para você baixar, já pedi para você compartilhar o artigo…

Não vou ficar te enchendo com isso! Mas essas com certeza são melhores maneiras de me agradecer, se por acaso esse artigo foi útil para você!

Conclusão

Assim, eu tenho certeza que agora você amadureceu muito sobre o que deve fazer. Principalmente sobre o que deve evitar no seu TCC!

Primeiro de tudo, eu prometi apenas te mostrar os cinco piores erros do desenvolvimento de TCC… Porém, eu sei que eu te dei aqui um belo direcionamento sobre o seu trabalho.

Então, me conta em que parte do TCC você está e qual é a sua principal dificuldade nesse momento!

Acima de tudo, eu prometo que vou ler tudo e, quem sabe, eu não consigo te ajudar mais um pouquinho!

Um grande abraço e até o próximo artigo!

Veja o vídeo completo no Youtube: https://www.youtube.com/watch?v=x26smOVkXPM

Categorias
Artigo científico Como fazer um TCC

Artigo Científico – Como fazer um TCC passo a passo – Guia com 07 passos simples, rápidos e fáceis! Sem depender de orientador!

Artigo Científico

Como fazer um artigo científico passo a passo no TCC – Guia com 07 passos simples, rápidos e fáceis!

Nesse post eu vou te mostrar como fazer um artigo científico em 07 passos. Eu fico assustado com a falta de rumo que os estudantes me relatam em sua jornada do TCC.

As pessoas começam a escrever um artigo científico e simplesmente não sabem como.

É isso mesmo! A maioria dos alunos não sabe por onde começar, nem como avançar e muito menos como terminar um artigo científico.

Eu sei disso por que fiz uma pesquisa e descobri que 131 pessoas que estão seguindo o blog afirmam que essas são as suas principal dificuldades!

Pesquisa

Se você quiser participar, clica aqui.

Se você está com esse problema e não sabe como fazer um artigo científico eu tenho um grave alerta: você vai se dar mal!

Quem não domina o roteiro modelo de artigo científico faz aquele tipo de trabalho que o orientador fica o tempo todo riscando e mandando fazer de novo. É uma tortura para quem lê e para quem escreve!

Desse jeito, você acaba demorando demais, sua autoestima cai, tudo começa a ficar chato e você fica pensando que não consegue fazer o TCC.

Aí as pessoas ficam dizendo por aí que o TCC é difícil! Ora, qualquer tarefa é difícil para quem não a conhece!

Por isso eu resolvi fazer esse texto e te mostrar como fazer um artigo científico passo a passo.

No meu curso eu mostro em detalhes cada uma das sub-fases, de cada um desses passos. Por isso os meus alunos não sofrem, apenas colocam em prática cada uma das etapas, sem depender de orientador.

É claro que não dá para mostrar tudo aqui. Porém, o mais importante, que é o roteiro de um artigo científico pronto, eu vou te mostrar agora!

Mas não vai adiantar nada se você não tiver um tema. Então, clique na imagem abaixo e baixe totalmente grátis meu ebook. Ele já foi baixado por 2.897 pessoas (no dia que eu estava escrevendo)! Então descubra como montar um tema de TCC a prova de falhas:

ebook temas para TCC.pdf

O que é um artigo cientifico?

Segundo a ABNT, um artigo científico pronto é:

A ”parte de uma publicação com autoria declarada, que apresenta e discute idéias, métodos, técnicas, processos e resultados nas diversas áreas do conhecimento”.

Quer dizer, o artigo científico é um texto feito para ser apenas um pedaço de uma obra, para ser publicado numa revista com outros artigos.

O artigo científico não deve ser um estudo completo. Você pode pesquisar só uma parte pequena de um determinado assunto.

Porém, o artigo científico tem que ter como foco um assunto atual, caso contrário as pessoas não vão querer publicá-lo.

Além disso, o artigo científico pronto é um TCC bem menor que uma monografia, normalmente com algo entre 15 e 30 páginas.

Artigo científico ABNT

Por isso, existe a NBR 14724 para definir o formato das monografias, dissertações e teses, mas também existe a NBR 6022 para padronizar o formato de artigo científico ABNT.

Porém, no curso eu mostro que as diferenças são muito pequenas, nada mais que alguns detalhes de formatação.

Por exemplo, nas monografias você deve fazer capítulos, ao passo que no artigo científico pronto você deve criar seções.

Sabe o que isso significa?

Significa que tanto faz o tipo de TCC que você vai fazer, pois artigo científico e a monografia tem basicamente a mesma estrutura!

Se você aprendet como fazer um TCC passo a passo, você vai saber fazer artigo científico, monografia, dissertação e até teses!

O passo a passo que eu uso como modelo de artigo científico é sempre igualzinho no TCC! Seja lá qual for o tipo que você precisa fazer.

Porém, se você vai fazer um artigo científico, não precisa se preocupar com quantidade, mas com novidade!

No artigo científico pronto, você deve ter uma abordagem atual. Pense em escrever sobre uma coisa que as pessoas estão pesquisando naquele momento.

Veja como isso é importante!

Se o assunto do seu artigo científico já foi exaustivamente estudado… Provavelmente ele perderá toda sua relevância e não será fácil de publicar.

Com isso, você corre até o risco até de reprovar no TCC.

ebook temas para TCC.pdf

Como escrever um artigo científico

Certo, mas como fazer um artigo científico?

Você vai ter que seguir esses 07 passos:

1 – Delimitar um bom tema de TCC;
2 – Escrever uma introdução de TCC a prova de falhas;
3 – Fazer um fichamento;
4 – Escrever o referencial teórico;
5 – Analisar os resultados;
6 – Elaborar a conclusão;
7 – Preencher um resumo.

Temas para artigo cientifico

A primeira providência que você tem que tomar para fazer um artigo científico é a mesma de qualquer tipo de pesquisa… a delimitação do tema!

Eu costumo dizer que um bom tema representa mais de 70% do sucesso de um TCC, por que ele é a base de tudo!

Eu já fiz vários vídeos e textos sobre como delimitar um tema de TCC. Então não vou gastar muito o nosso tempo com isso.

Mas o fato é que construir um bom tema não depende tanto de inspiração, como a maioria das pessoas pensa, mas de técnica!

Para montar um tema perfeito, você precisa de um assunto geral, um ponto de vista e uma palavra de ligação.

Além disso, é possível que você tenha que segmentar um pouco… E depois testar se o resultado final atende às 06 características essenciais que todo tema precisa ter.

Se você quiser aprender a fazer isso com mais detalhe, baixa o meu ebook… é grátis! Basta clicar na imagem abaixo:

ebook temas para TCC.pdf

Introdução de artigo

O segundo passo é fazer a introdução do seu artigo científico. Essa, provavelmente, é a parte mais importante do seu TCC.

Tem muitos orientadores que dizem para você fazer a introdução só no final do trabalho, mas eu acho isso um erro.

A introdução de TCC serve para revelar a matriz do seu artigo científico. Aqui no blog tem um artigo específico para ela, para acessar, clique aqui.

Introdução Pronta

Uma introdução de TCC pronta deve informar a justificativa, o tema, o problema, o objetivo geral, os objetivos específicos, a hipótese, a metodologia, a prévia do desenvolvimento e a prévia da conclusão.

Você percebe que o projeto de pesquisa já vai estar mais ou menos desenhado na introdução de TCC?

Por isso, eu defendo que introdução de artigo científico deve ser feita logo no início… Por que ela vai se tornar uma espécie de mapa a ser seguido durante o trabalho.

Fichamento de TCC

O terceiro passo é fazer um fichamento de TCC. O fichamento é uma “mão na roda”, por que ele transforma o seu artigo científico numa linha de produção.

A técnica consiste em definir tópicos e em seguida realizar a leitura da bibliografia relacionada com o seu artigo científico.

A ideia é coletar várias citações diretas e indiretas para cada tópico que você criar.

Assim você vai gerar um inventário dos conhecimentos existentes sobre o tema de TCC. Mas faça isso sempre anotando as referências bibliográficas.

O mais interessante é que além de facilitar a elaboração da fundamentação teórica, o fichamento já vai servir para deixar suas referências bibliográficas praticamente prontas.

Eu também já fiz um artigo aqui no blog para te ensinar a fazer fichamento. Você pode conferir, acessando aqui.

Fundamentação teórica

O quarto passo é escrever o referencial teórico.

Quando já tiver algumas citações diretas e indiretas separadas, você deve distribuir elas entre os tópicos.

Somente depois disso você deve começar a escrever seu artigo científico. Você vai notar que a redação vai ser ultra-rápida.

Isso por que, já tendo as citações diretas e indiretas, seu trabalho vai se resumir a preencher os espaços vazios. Para isso, bats fazer um texto descritivo, em terceira pessoa.

Nesse texto você vai apenas informar as suas observações sobre os conteúdos coletados de outros autores.

Mas você vai fazer isso sem perigo de errar, pois as citações diretas e indiretas já vão direcionar suas observações e você não correrá o risco de fugir do tema.

Veja mais sobre citações diretas, clicando aqui.

Você deve fazer isso para pelo menos duas seções (os capítulos do artigo científico pronto), que deverão corresponder aos seus objetivos específicos.

Já os objetivos específicos, corresponderão, mais precisamente, ao assunto e ao ponto de vista do seu tema.

ebook temas para TCC.pdf

Análise de Resultados

O quinto passo é a análise e discussão de resultados. Essa deve ser a terceira seção do artigo científico pronto.

A análise de resultados também corresponde ao seu terceiro objetivo específico e, mais especificamente, à palavra de ligação usada no seu tema.

Essa parte do texto será dissertava, diferentemente da fundamentação teórica, que é descritiva.

Você deve começar essa parte do TCC informando as principais descobertas que fez na primeira e na segunda seções do seu artigo científico.

Depois, você deve demonstrar as relações que possam existir entre essas descobertas, dando ênfase aos pontos que podem solucionar o problema.

Artigo Científico Pronto

Quando terminar a análise dos dados, você praticamente já terá seu artigo científico pronto.

Mas o sexto passo é a conclusão de TCC, que nada mais é do que uma verificação das metas estabelecidas na introdução.

Basicamente, na conclusão de TCC você deve avaliar se os objetivos geral e específico foram atingidos, se a hipótese foi confirmada ou refutada, e se o problema foi resolvido.

Além disso, você deve apresentar os argumentos que fundamentam esse entendimento.

É recomendável, também, informar as limitações e dificuldades que você encontrou para fazer a pesquisa.

E, por fim, citar as recomendações que você tem para quem quiser dar continuidade ao estudo do tema.

Como fazer um artigo científico – Resumo

O sétimo é último passo para escrever um artigo científico é o resumo.

E eu me arrisco a dizer que você não precisa ter trabalho com essa parte do trabalho de conclusão de curso.

Isso por que o resumo de TCC é um mini texto com 250 palavras, em média. Nele você deve, simplesmente, fazer uma síntese da sua introdução de TCC.

É um texto tão pequeno e você tem tanta coisa para escrever, que não há espaço para erros!

Você deve informar no resumo o seu tema de TCC, o problema, os objetivos, a hipótese, a metodologia científica, a prévia das seções e da conclusão.

Por fim, você deve citar entre três e cinco palavras-chaves, que eu recomendo você tirar justamente do seu tema.

Eu tenho um modelo de resumo de artigo científico que você pode baixar e só preencher. O link está nesse artigo aqui.

ebook temas para TCC.pdf

Artigo científico pronto!

Não tem mais desculpa!

Agora você já tem um roteiro para fazer o seu artigo científico e eu tenho certeza que a sua jornada do TCC vai ficar muito mais tranquila!

Espero que sua produtividade aumente muito depois desse modelo de artigo científico.

Além disso, você pode conferir os outros vídeos que eu deixei na descrição, que ainda vão detalhar mais ainda cada uma das etapas que eu te mostrei.

Agora me diz uma coisa? Você tinha ideia que fazer um artigo científico era desse jeito? Você estava fazendo algo parecido ou estava na contramão?

Me diz aí nos comentários e, dependendo do seu depoimento, eu posso complementar ainda mais esse vídeo.

E não esquece de compartilhar esse artigo nas suas redes sociais!

Um abraço e até o próximo vídeo!

Veja no YouTube.