orientador

As 5 atitudes que você deve tomar
para fazer o seu orientador de TCC funcionar!

https://youtu.be/3AwJAUrMVP0

Oportunidade: Faça o seu TCC sem depender de Orientador!

Como fazer um TCC sem poder contar com o orientador?

Eu vou te contar uma estória que vai fazer você perceber como você está enganado em relação ao seu orientador.

Pode ser que você esteja correndo um risco enorme sem nem se dar conta disso!

Eu sou o Professor André Fontenelle e essa é uma das perguntas que eu mais ouço.

É orientador virtual, é orientador que desaparece, que não dá retorno, que só faz reclamar…

Parece que ninguém nunca está satisfeito com esse profissional por que eles não mostram como fazer um TCC.

E, realmente, eu entendo perfeitamente os alunos!

Eu já passei por isso e sei como é ruim ficar refém de alguém que não está disposto a ajudar.

Mas a verdade é que o trabalho é uma responsabilidade sua e você não pode ficar dependente de outra pessoa para fazer TCC.

Por isso, nesse vídeo eu vou te ensinar cinco atitudes que você pode adotar para fazer TCC sem depender de orientador.

1 – Aprenda a fazer TCC

A primeira coisa que eu quero te contar é que fizeram você acreditar em uma mentira.

E não é uma mentira de alguém da sua faculdade não… é uma mentira institucional, que já começa pelo nome da função…

Me diz aí… na sua cabeça, o que faz um orientador?

O orientador orienta, correto? ERRADO!!!

O papel do orientador nunca foi o de orientar os alunos… Eu também demorei muito para entender isso, mas um dia aconteceu uma coisa que fez a ficha cair!

Sabe qual é a verdadeira função do orientador?

Você não vai acreditar… Um dia desses eu participei de uma banca de TCC, como avaliador convidado…

Olha o que aconteceu!

Eram três professores: eu, o orientador e uma outra docente, que era doutora na área.

A aluna fez uma apresentação péssima e o trabalho também estava ruim…

Após muitas críticas, nós pedimos para que a estudante deixasse a sala para que nós pudéssemos fazer a avaliação…

É nessa hora que que os avaliadores discutem sobre o trabalho e nesse momento, o professor orientador falou a seguinte frase:

“Ei dei tantos conselhos a essa aluna, expliquei tudo o que ela tinha que fazer, dei muitas dicas e tentei ajudar até hoje, mas não adiantou”.

Aí a outra professora, a que era uma doutora muito respeitada, replicou na mesma hora, dizendo o seguinte:

“A única coisa que você deveria ter feito era ter evitado esse momento. Por sua causa, essa aluna vai passar por um grande constrangimento, a faculdade teve que organizar uma banca desnecessária e o nosso tempo foi desperdiçado inutilmente… o seu papel era evitar que esse trabalho tivesse prosseguido”.

Foi aí que eu entendi qual é o trabalho que as faculdades esperam do orientador… ele é um fiscal, um auditor!

A função principal dele não é te ajudar… 

Se der para fazer isso, tudo bem, mas a principal função dele é apenas fazer um filtro e evitar que os trabalhos ruins sejam aprovados.

Quer dizer, o orientador não tem compromisso nenhum com a sua aprovação. Você e ele não são uma equipe… 

Pode prestar atenção, os orientadores, em regra, não ensinam como fazer TCC!

Ele não está ali para fazer o seu trabalho dar certo, a função dele é descobrir se o seu trabalho está excelente e, se não tiver, ele tem que cortar o seu TCC.

Você entende? E o pior é que a culpa não é desse professor que, afinal de contas, não passa de um empregado cumprindo ordens.

E eles não fazem isso por que são malvados não… eles são assim por que o sistema educacional faz eles agirem desse jeito!

Observe!

As faculdades, em sua maioria, não marcam um horário de atendimento obrigatório para o orientador analisar o seu trabalho e conversar com você!

Se o orientador quiser, ele que se vire para arranjar um tempo para falar com você, normalmente nos corredores da faculdade ou em algum lugar improvisado.

Além disso, normalmente os orientadores não recebem nada ou recebem muito pouco por essa função, então, muitas vezes, eles não podem deixar de cumprir outras obrigações para priorizar o seu TCC, pois eles precisam dar aulas, corrigir provas, participar de reuniões, atualizar sistema e fazer uma série de outras coisas que as faculdades exigem.

Então, eu lamento dizer, mas você não pode ficar esperando a ajuda do seu orientador.

Se ele te ajudar, agradeça muito, mas não espere isso dele, pois você pode se dar muito mal!

Me desculpe se eu estou sendo negativo… Eu não quero te botar para baixo! O que eu quero é que você se prepare direito para enfrentar essa situação.

Foi por isso que eu criei esse canal. Ele é um meio de levar para o Brasil inteiro, de modo acessível, a informação que todo mundo deveria ter nas escolas e nas faculdades, mas não tem.

Então, eu quero sugerir cinco atitudes simples, que podem fazer o seu orientador ter algum interesse em te ajudar.

A primeira atitude que você precisa tomar é: 

Aprenda como fazer um TCC sem depender de orientador!

É claro que você não precisa se tornar um especialista. Você precisa entender pelo menos como é a estrutura do trabalho, planejar direito o que você precisa fazer em cada parte do TCC e aprender a usar as citações, dentre outros detalhes.

Procure não gastar o tempo do orientador perguntando bobagens como formatação e metodologia, por exemplo.

Deixe o orientador usar o tempo dele para avaliar o seu trabalho e procure ouvir o máximo de comentários que ele puder fazer sobre o seu texto.

Além disso, peça dicas de livros e outros textos para o seu orientador. Se você fizer isso, só tem duas coisas que podem acontecer:

1 – ou ele vai te ajudar de verdade;

2 – ou ele pelo menos vai se sentir constrangido em criticar o seu TCC, por não ter te ajudado, entende?

Se você se apresentar como um autodidata e elevar o nível da conversa, o seu orientador com certeza vai ter um olhar mais positivo sobre o seu trabalho.

E você já sabe como conseguir isso, não é? Não? Pois eu vou te contar…

Se você realmente quer se preparar bem, para conseguir falar com o seu orientador de igual para igual e saber tudo o que precisa fazer no TCC, passo a passo, de uma maneira muito simples e rápida, dá uma olhada lá no meu treinamento.

É o curso TCC Prático em nove passos. No momento em que eu estou gravando esse vídeo já são mais de quinhentos e sessenta e sete alunos e, até agora, nós temos nada mais, nada menos, que ZERO reprovações.

É isso mesmo, até hoje todo mundo que aplicou os nove passos foi aprovado. Na verdade, a nossa média é de notas acima de oito e eu tenho certeza de que você também vai ter sucesso com o método TCC Prático.

Então clica aqui, para você conhecer melhor o método depois que esse vídeo terminar. É esse mesmo site que está aparecendo aqui em cima… e no final do vídeo ainda vou te dar um presente surpresa!

Então, vamos falar sobre a segunda atitude que você precisa adotar: 

Escolher um orientador que conheça bem o assunto do seu TCC.

Se o orientador não for da mesma área do seu tema, ele não vai ter interesse nenhum em te ajudar, pois isso vai exigir um esforço maior dele pelo menos para aprender um pouco sobre essa coisa que será nova para ele.

E convenhamos, a chance maior, é que isso não aconteça!

Então, se o orientador não for da mesma área do seu tema de TCC, é muito provável que ele fuja de qualquer conversa com você… simplesmente por que ele vai ter medo de não saber responder a uma pergunta sua.

Você entende?

Procure um orientador de TCC que tenha tempo

Já a terceira atitude que você precisa adotar é procurar saber se o seu orientador tem muitas turmas para cuidar, se ele ensina em mais de uma faculdade, quantos orientandos ele já tem…

Eu posso garantir que se ele tem mais de vinte horas de sala de aula por semana e pelo menos três orientandos, ele já está muito sobrecarregado e não vai te dar atenção nem que ele queira.

Procure um professor de pouca experiência, que ainda tenha disponibilidade de tempo e que queira aprender também.

Lembre que a disponibilidade do orientador vai ser mais importante do que a autoridade dele na faculdade.

Mesmo assim, nenhum orientador vai correr atrás de você e se preocupar com os seus prazos. Simplesmente, ele não está nem aí, por que esse não é o trabalho dele.

Isso nos leva para a quarta atitude que você precisa colocar em prática:

Proatividade em buscar o seu Orientador de TCC

Procure o seu orientador, descubra quais são os horários dele na faculdade e apareça, insista, espere por ele.

Você precisa mostrar muito interesse para depois cobrar os direcionamentos do seu orientador, entende?

Então tome muito cuidado com os prazos e procure fazer as entregas para o orientador com bastante antecedência.

E não pare de escrever para ficar esperando o orientador. Dite o ritmo e cobre direcionamento.

Saiba que quando mais você cobrar o seu orientador e ele não conseguir te responder, menor vai ser a moral dele para fazer qualquer crítica ou cobrança sobre o seu trabalho.

Dito isso, eu acho que você já deve estar adivinhando qual é a quinta atitude que você precisa praticar sobre como fazer um TCC sem depender do orientador, não é?

Pois é! Formalize e documente tudo o que você puder.

Documente o processo de orientação de TCC

Salve todos os emails que enviar e receber do seu orientador. Nos encontros presenciais, peça autorização e grave a conversa.

Se ele atrasar ou descumprir algum acerto que fez com você, não pense duas vezes e escreva um e-mail cobrando, insistindo mesmo!

Dessa forma, o orientador vai perceber que você leva a sério o TCC e com certeza ele vai priorizar ter que priorizar o seu trabalho.

Mas eu sei que tem maus profissionais e você precisa se precaver disso também!

Desse jeito, você terá uma defesa se ele falhar com você e poderá reclamar com a coordenação do curso ou até pedir a substituição do orientador.

Eu tenho recebido muitas críticas de estudantes sobre a orientação virtual que algumas faculdades tem implantado.

Nesse sentido eu posso afirmar que o problema não é o fato de a orientação ser online, pois eu mesmo oriento alguns alunos assim e funciona muito bem.

Na verdade, o problema é quando o orientador virtual tem trinta, cinquenta, cem alunos para orientar… aí não tem jeito, é humanamente impossível!

Nesse caso, a documentação de todo o processo é muito mais importante!

Minha dica é que você imprima tudo e, se por acaso não receber um serviço de qualidade, procure a coordenação da faculdade e peça ajuda.

Se o seu orientador falhar com você e isso ficar provado, eu tenho absoluta certeza que vai ser muito improvável que alguém tenha a coragem de reprovar o seu TCC!

Conclusão

Bom! Como você deve ter percebido, não dá para apostar todas suas fichas na expectativa de ter um bom orientador, não é?

Mas você também pode adotar todas essas atitudes que podem blindar o seu trabalho e te mostrar como fazer um TCC sem depender do orientador.

Então, vamos recapitular os cinco segredos para fazer TCC com ou sem orientador:

  1. Peça direcionamento e não ensinamento;
  2. Escolha um orientador da área;
  3. Procure um orientador que tenha tempo;
  4. Seja proativo e mostre comprometimento;
  5. Cobre atendimento e documente tudo.

Com essas cinco dicas que eu te dei é muito provável que você consiga estabelecer um bom relacionamento com o seu orientador e obtenha bons resultados com ele.

Na pior das hipóteses, você terá meios para se defender e exigir um serviço de melhor qualidade.

Mas eu tinha prometido uma surpresa, não foi? Essa é uma forma de dar um presente para você, que assistiu o vídeo até agora!

É o seguinte: Eu não tenho esse hábito, mas eu vou habilitar um cupom de desconto para você se matricular no curso TCC Prático e aproveitar o meu método exclusivo de nove passos.

Então, clica aqui e quando você for fazer a sua inscrição, usa o cupom: ORIENTADOR.

Aí vai aparecer um desconto especial para você, mas eu só garanto isso pelas próximas quarenta e oito horas, ok?

E antes de finalizar o vídeo, eu quero que você me diga como é o seu orientador…

Então, se o seu orientador é legal, digita aqui embaixo nos comentários “Vou fazer TCC com orientador”, mas se o seu orientador é complicado, digita aqui embaixo nos comentários “Vou fazer TCC SEM orientador”!

Grande abraço e até a próxima!

&copy 2019 – Todos os Direitos Reservados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.